PT

2020

 
NU#01
Instalação Sonora e Performance
Sinopse

Só se as palavras forem presenças sentidas, corporais, como ecos ou quedas de água, é que podemos compreender o poder que a linguagem falada tem de influenciar, alterar e transformar o mundo perceptual.

David Abraam

 

As palavras faladas e os sons vocais são presenças sensíveis activas em relação com paisagens e matéria.

Na continuação da pesquisa do conceito de drama sonoro, donde a escrita dramatúrgica/composicional intenta uma gramática própria que relaciona voz, corpo, espaço, som e ficção, mergulhamos em NU#01 numa instalação-performance que relaciona a acústica da sala com uma concha acústica construída a partir de chapas de offset.

Indagaremos sobre fonte emissora e eco, impressão e opressão, paisagem e corpo, floresta e cosmos, natura e cultura, encontrando neste dispositivo cénico e nas várias vozes que o animam lugar para imersão, para a subversão até que a emersão nos aconteça.

 

Apresentação no âmbito da programação de “Dar a Ouvir. Paisagens Sonoras da Cidade”, uma proposta do Jazz ao Centro Clube em coorganização com a Câmara Municipal de Coimbra / Convento São Francisco.

Ficha Técnica

Direção Artística e Composição Sonora de dispositivo tecnológico: Rodrigo Malvar Direção Artística, Dramaturgia e Interpretação: Catarina Lacerda Composição Musical: Filipe Lopes Cenografia: Filipe Tootill Desenho de luz: João Abreu Vídeo Promocional: Miguel F Comunicação: Patrícia Barbosa Produção Executiva: Natasha Bulha Costa Produção: Teatro do Frio

Estreia e reposições

Inauguração: dia 11 de julho às 16h00

Exposição: de 11 de Julho a 6 de setembro 

Performance: 5 de setembro às 15h30, 16h30 e 18h00

 

Horário de funcionamento do Convento São Francisco

De quarta a segunda-feira das 15h00 às 20h00

 

Entrada gratuita

Performance com lotação limitada mediante reserva na bilheteira - Contacto: 239 857 191 

Inline popup